saiba perigos de chás e remédios para emagrecer

0
112

[ad_1]

A causa da morte de Paulinha Abelha, na última semana, ainda não foi esclarecida, mas médicos que cuidaram da cantora da banda Calcinha Preta suspeitam que ela estivesse sofrendo de problemas renais provocados pelo uso abusivo de remédios ou chás para emagrecer.

O viúvo da cantora, Clevinho Santos, confirmou nesse domingo (27/2), em entrevista ao Fantástico, que ela usava medicamentos e chás para emagrecer quando queria “dar uma secada” antes dos shows.

“Quase toda semana ela estava tomando (medicamentos diuréticos), quando tinha show que ela queria ‘dar uma secada’, também esses chás de emagrecer”, revelou.

0

A nefrologista Maria Letícia Cascelli, diretora da Clínica de Doenças Renais de Brasília, faz um alerta para o uso indiscriminado tanto de medicamento como de chás que visam o emagrecimento.

“Infelizmente, muitas pessoas ingerem várias substâncias sem comprovação científica quanto à segurança, almejando perda rápida de peso. Associado a isto, intensificam atividades físicas extenuantes, podendo ainda associar medicamentos anti-inflamatórios para alívio de dores musculares. A soma desses fatores pode culminar em um ‘crush’ no organismo”, explica a especialista.

Os medicamentos para emagrecer só devem ser consumidos quando há indicação médica. Entre os riscos do uso indiscriminado estão dependência química, efeito sanfona e alterações gastrointestinais, cardíacas e renais.

A endocrinologista Lorena Lima Amato, explica que até mesmo o uso de fitoterápicos, os famosos “remédios naturais” sem orientação médica é perigoso, pois algumas plantas medicinais são tóxicas e podem levar à morte.

“Por vir das plantas, é comum acharem que não faz mal, mas a verdade não é bem essa. Geralmente, nas medicações fitoterápicas não se sabe exatamente a dose da composição”, explica a especialista.

Fitoterápicos

Alguns fitoterápicos podem atrapalhar o funcionamento da glândula adrenal, responsável por produzir hormônios como o cortisol e a aldosterona. Outras plantas podem afetar a função tireoidiana e pancreática.

“Chás e demais fitoterápicos não são fórmulas mágicas, não levam ao emagrecimento. Na obesidade, por exemplo, a pessoa acredita que pode ser um caminho curto, rápido para a perda de peso, mas não é”, destaca Lorena Lima Amato.

A recomendação da médica para as pessoas que desejam perder peso é o acompanhamento de uma equipe multiprofissional. “É preciso mudar o estilo de vida e modificar hábitos, por isso é importante ser bem orientado por especialistas de educação física, endocrinologistas e nutricionistas”, afirma.

Confira live do Metrópoles sobre o assunto:

[ad_2]

Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here