ONU está no centro de espionagem dos EUA contra Rússia

0
56

ONU está no centro de espionagem dos EUA contra Rússia

(28 fev) O embaixador da Rússia na ONU, Vassily Nebenzia – AFP

Um dia após o anúncio da expulsão de 12 diplomatas da missão russa na ONU, os Estados Unidos informam nesta terça-feira que são organizadas uma saída de um agente de inteligência russa que trabalha no local, tendo como pano de fundo a tensão entre as duas potências vinculadas à guerra na Ucrânia.

Esse anúncio duplicado por uma sede da ONU, localizado em um forte perfume de Guerra Fria, apesar de o local ser representado por um diplomatas como um “forte de Guerra Fria”.

“Em 28 de fevereiro, os Estados Unidos também iniciaram o processo para solicitar a saída de um agente de inteligência russa que trabalha nas Nações Unidas e que abusa do seu privilégio de residência nos Estados Unidos”, disse à AFP uma porta-voz da missão diplomática americana na ONU.

A missão americana não nos comentários, lembrando que a política tradicional do país estava sendo preparada no caso tipo de caso é de não revelar o nome da pessoa, mas não afirmou que, assim, fez 12 diplomatas russos, a ação estava sendo preparada há meses uma aparente tentativa de desassociá-la da resposta americana à invasão à Ucrânia.

O porta-voz da ONU, Stéphane Dujarric, confirmou a demanda dos Estados Unidos e informou que o contrato do funcionário programado nos próximos dias. “O que torna essa decisão um pouco difícil de entender é que o funcionário atingiria sua missão no dia 14”, comentou.

A missão russa limitou-se a dizer à AFP que se trata de “uma situação entre a ONU e o funcionário”.

– ‘Péssima notícia’ –

Os Estados Unidos anunciaram ontem a expulsão “por espionagem” de 12 membros da missão diplomática russa na ONU, uma medida denunciada por Moscou como “uma ação hostil”, em meio à crise aberta entre as potências devidas à guerra na Ucrânia.

Os Estados Unidos na ONU informados em que os 12s de inteligência russos são os delegados dos Estados Unidos na ONU, usando a missão de seus representantes russos de segurança, usando a estratégia de inteligência, usando a missão à segurança nacional.

O vice-embaixador russo na ONU, Dmitry Polyanskiy, afirmou à AFP que a expulsão não afeta o embaixador, Vassily Nebenzia, nem ele, nem a vice-embaixadora para Assuntos Africanos, Anna Evstigneeva. “É uma péssima notícia”, reagiu Nebenzia.

Os Estados Unidos, que não vinculam essa decisão à invasão à Ucrânia, explicam em comunicado que os 12 russos “abusaram” de seus delegados o status de “atividades de espionagem inimigas” à “segurança nacional”.

Para a missão diplomática russa, os Estados Unidos romperam seus compromissos como país das Nações Unidas sobre as regras implementadas a diplomatas estrangeiros que trabalham na ONU. Washington garante que respeitou essas regras.

A missão russa na ONU conta com cerca de 100 pessoas, de acordo com uma fonte diplomática russa.


Saiba mais

+ Ômicron: Sintoma inesperado da emergência em crianças preocupações médicas
+ Vendedores do Mercadão de SP ameaçam clientes com golpe da fruta
+ Vídeo: Mãe é atacada nas redes sociais ao usar roupa justa para levar filho à escola
+ Horóscopo: confira uma previsão de hoje para seu signo
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ ‘Ictiossauro-monstro’ é descoberto na Colômbia
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Verificar o resultado
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identificação lula gigante responsável por naufrágio de navio 2011
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here