Bolsas de NY recuam, com baixo por risco diante de conflito na Ucrânia

0
52

As bolsas de Nova York fecharam na baixa nesta-feira, 1º, pressionadas pelos temores de completar o conflito na Ucrânia, terça-feira perto de uma semana desde a invasão da Rússia. Preocupado com os impactos da guerra e com o risco de determinação do mercado russo para os impactos da guerra global, determinando o risco para a economia global, prejudicando o mercado.

Em Wall Street, o Dow Jones fechou em queda de 1,76%, aos 33294,95 pontos, o S&P 500 perdeu 1,55%, a 4306,26 pontos, e o Nasdaq cedeu 1,59%, a 13532,46 pontos .

A Rússia continua hoje com a agressão militar em território ucraniano, após seis dias da invasão. a fronteira com bombardeios à cidade de Kharkiv, na região leste da Ucrânia, próxima à Rússia, e atacoucou locais com trânsito de civis na capital Kiev. No Parlamento Europeu, houve sessão sobre a crise, críticos ao regime russo por autoridades da União Europeia e do presidente ucraniano Volodymyr Zelensky.

Para a alta frequência Economics, um dos maiores riscos da crise da Ucrânia para o mercado financeiro vem do impacto da alta nos preços de energia à economia nos EUA, que poderá ser visto nas “medições inflacionárias americanas amplas e por meio dos canais de consumo americanos” .

Investidores também acompanharam comentários de dirigentes do Federal Reserve (Fed). Presidente do distrito de Atlanta, Raphael Bostic disse estar aberto a quatro altas de juro em 2022, se a seguir a inflação em ritmo forte nos EUA. Já o chefe do Fed de Cleveland, Loretta Mester, destacou que a crise na Ucrânia eleva os riscos inflacionários.

Amanhã, o presidente do BC americano, Jerome Powell, participará da sessão no Congresso dos EUA. O evento pode dar sinais mais claros sobre a trajetória do juramento e os impactos do conflito entre Rússia e Ucrânia, destaca-se a HFE.

Entre os setores que se concentram em maior pressão em meio ao cenário geopolítico, como JPMorgan e Bank of America registram baixas em torno de 4%. Petroleiras como a Chevron (+3,97%), por outro lado, avançam diante da disparada nos preços do petróleo.

Por fim, indicadores da economia americana foram divulgados hoje, sob menor foco do mercado diante do noticiário no Leste Europeu. A IHS Markit e o Instituto para Gestão da Oferta (ISM, na sigla em inglês) publicou suas leituras para o índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) industrial dos EUA em fevereiro, ambos marcando altas, enquanto o Departamento do Comércio construção anterior do estimado nos investimentos em dezembro e janeiro.


Saiba mais

+ Ômicron: Sintoma inesperado da emergência em crianças preocupações médicas
+ Vendedores do Mercadão de SP ameaçam clientes com golpe da fruta
+ Vídeo: Mãe é atacada nas redes sociais ao usar roupa justa para levar filho à escola
+ Horóscopo: confira uma previsão de hoje para seu signo
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ ‘Ictiossauro-monstro’ é descoberto na Colômbia
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Verificar o resultado
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identificação lula gigante responsável por naufrágio de navio 2011
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here