Irmãos Bonfim vivem reta ultimate para lutas em evento de MMA no RJ

0
52

[ad_1]

Brasília está bem representada nas artes marciais mistas (MMA). Nomes como Vicente Luque, Vivi Araújo, Rani Yahya e Renato Moicano representam bem a Capital Federal no UFC, maior evento do esporte na atualidade.

E outros talentos despontam na cidade e já trilham um caminho rumo à organização de Dana White e também de outros eventos da modalidade. Os brasilienses Ismael Marreta e Gabriel Bonfim surgem como boas promessas do DF e estão novamente com luta marcada no Legacy Combating Alliance (LFA), em edição no Rio de Janeiro, no dia 11 de março.

O evento desembarca no Brasil na sexta-feira (11/3) para sua edição de número 126, que será realizado no Rio de Janeiro, no Complexo Ribalta. Gabriel Bonfim, lutador da Cerrado MMA, enfrentará Eduardo Garvon valendo o cinturão no peso meio-médio (até 77kg).

Bonfim tem um cartel perfeito, com 11 vitórias em 11 combates. Gabriel volta a lutar após vitória sobre o brasileiro Brenner Alberth Barreto, pela mesma organização, em julho de 2021. “A gente vem se preparando bem, treinando com o Vicente, com o Ismael, e a expectativa é de fazer uma luta, de voltar a entrar no ringue e fazer o que mais gostamos e nos preparamos para isso”, diz Gabriel ao Metrópoles.

Marreta em ação

Irmão de Gabriel, Ismael Marreta também tem luta marcada para o evento. O brasiliense fará o terceiro combate mais importante da noite, enfrentando o brasileiro Andrey Augusto, no peso-leve. Com um cartel de 16 vitórias e três derrotas, Marreta vem de 10 triunfos consecutivos e também quer entrar na briga pelo cinturão dos leves do evento.

“A gente vem fazendo um trabalho de excelência na Cerrado MMA e com o Odair Samurai, meu preparador físico e de boxe. A expectativa é de fazer uma boa luta, quem sabe conseguir um contrato, e pelo meu irmão também, que ele vença bem e conquiste o cinturão”, afirma Marreta, que enfrentará o número um do rating na categoria no Brasil, e terá um combate duro pela frente.

Treinador dos irmãos Bonfim e head trainer da Cerrado MMA, Daniel Evangelista confia em boas lutas de seus atletas. “Gabriel vai disputar o cinturão, vai lutar cinco rounds pelo cinturão. A luta do Ismael é antes das duas valendo o cinturão, em outro combate muito importante. Fizemos uma preparação inteligente, analisando os pontos fortes e fracos dos adversários, e com certeza eles estão bem preparados”, analisa Evangelista.

 

[ad_2]

Supply hyperlink

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here