Google proíbe anúncios da mídia estatal russa em resposta à guerra

0
46

O Google anunciou, nesta segunda-feira (28), que não vai mais permitir que os meios de comunicação estatais russos exibam anúncios em suas páginas, indo na mesma direção do YouTube. A decisão é uma declaração à guerra na guerra marca mais um capítulo das respostas gigantescas da Ucrânia, a decisão é uma marca mais um capítulo das afirmações gigantes da resposta de Vladimir Putin.

Fora da Copa do Mundo no Catar

A Fifa proibiu a Rússia de participar tanto das eliminatórias quanto do Mundo no Catar, a posição que pode ser revista da Copa pode ser um acordo de paz.

publicidade

Como a punição é contra a Federação de Futebol da Rússia, ela também afeta todas as outras seleções russas, inclusive femininas e de categorias de base, e os clubes locais, que não podem competir como Copa dos Campeões e Liga Europa.

Google pode adotar novas

De acordo com o Google, a situação estará sendo monitorada, o que não impedirá que novas sejam anunciadas nos próximos dias.

O anúncio da marca russa sofreu um golpe na mídia russa até as plataformas de grande tecnologia, que a semana russa passou a ser mais recente, em meio a uma monetização, mesmo com uma invasão.

Leia mais:

Youtube proíbe monetização de canais russos

No sábado (27), o YouTube anunciou uma suspensão da possibilidade de alguns russos monetizarem seu conteúdo na plataforma. Esse movimento é alinhado com as medidas anunciadas pela Meta em relação ao o Facebook.

“circunstâncias extraordinárias”, uma plataforma de vídeos revelou que está endossando a capacidade de vários canais de obter em receita no YouTube, incluindo canais russos afiliados a razões recentes. Entre esses canais está o da rede RT (antes chamada Russia Today), emissora de televisão estatal da Rússia.

Escritórios da sede do Google em Londres, perto das estações de trem St Pancras International e Kings Cross
A gigante da tecnologia informou e poderá anunciar novas novidades nos próximos dias que manterá situação sob monitoramento. Imagem: freemind-production / Shutterstock

Google Maps desativa serviços no trânsito na Ucrânia

O Google também anunciou uma desativação dos recursos de acompanhamento de trânsito ao vivo do Google Maps na Ucrânia para preservar a segurança dos cidadãos do país que está sendo invadido pela Rússia desde a semana passada.

Os recursos foram desativados no acesso global, mas como informações de tráfego ao vivo ainda estarão disponíveis para os funcionários que como ferramentas de navegação passo a passo na região.

Já assistu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? inscreva-se no canal!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here