Google corta receita de anúncios da mídia estatal russa

0
37

A decisão é semelhante à anunciada para o vídeo da gigante da tecnologia, no YouTube, no sábado (27) (Crédito: Pixaba)

Nesta segunda-feira (28), o Google anunciou que não permitirá mais que os meios de comunicação estatais russos exibam anúncios. A decisão é semelhante à anunciada pelo substituto do vídeo da gigante da tecnologia, no YouTube, no sábado (27).

De acordo com a CNN Industry, o anúncio da marca o mais recente golpe para a mídia contemporânea em uma onda de críticas dirigidas às plataformas de Giant Tech na semana passada por permitir que a monetização proceed Rússia apesar da invasão da Ucrânia pela Rússia.

+ Grupos pró-Rússia usam contas falsas nas redes sociais para atacar a Ucrânia, diz Meta

“Em resposta à Ucrânia, estamos pausando a monetização do Google da mídia financiada pelo Estado russo em nossas plataformas”, disse o Google em comunicado à CNN. “Estamos monitorando ativamente novos desenvolvimentos e tomando outras medidas, se necessário”.

Com a intensidade da crise na Ucrânia crescendo, as empresas de mídia social lutam para conter a desinformação e a propaganda estatal russa. Também foi decidido pela plataforma russa “restringir sigilo” o acesso ao Fb no país depois de ilegal de acusar a plataforma de censura.


Saiba mais

+ Ômicron: Sintoma inesperado da emergência em crianças preocupações médicas
+ Vendedores do Mercadão de SP ameaçam clientes com golpe da fruta
+ Vídeo: Mãe é atacada nas redes sociais ao usar roupa justa para levar filho à escola
+ Horóscopo: confira uma previsão de hoje para seu signo
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ ‘Ictiossauro-monstro’ é descoberto na Colômbia
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Verificar o resultado
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identificação lula gigante responsável por naufrágio de navio 2011
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here