ADRs de empresas brasileiras caem em Nova York; Vale é destaque positivo – Money Times

0
36

Usiminas é um dos destaques de alta, entre as ADRs brasileiras negociadas na Bolsa de Nova York
Destaque: ADRs da Usiminas estão entre as maiores altas da Bolsa de Nova York (Imagem: Facebook/Usiminas)

A maioria das ADRs (American Depositary Receipts) e ações de empresas brasileiras negociadas na Bolsa de Nova York caminha para fechar esta segunda-feira (28) em queda. Por das das 17h50ário de Brasília, por volta das 80 horas de trabalho2 na Nyse, operavam em 80 de alta temporada.

Os destaques positivos ficam com as empresas de mineração e siderurgia, e com os papéis ligados ao agronegócio brasileiro. ADR da Vale (VALE) era uma das que mais subiam, com 3,45%. Como ADRs da CSN (SID) subiam 1,04%; como da Usiminas (USNZY) avançavam 6,35%.

Invasão da Ucrânia impulsionou commodities

Comum, essas empresas beneficiadas pela alta do minério de ferro são nos principais mercados, impulsionadas pela Rússia, que a invasão da Ucrânia pela Rússia trará dificuldades de abastecimento da mercadoria.

Na Bolsa de Dalian, na China, os contratos do mineral serão fechados com vencimento em maio (28) com alta de 2,7%, negociados a 705,50 iuanes por tonelada (cerca de US$ 111). Na Bolsa de Singapura, a valorização foi ainda maior: 3,3% para os contratos que vencem em abril. O preço também fechou em patamar mais: US$ 14,25 por tonelada.

Após um início volátil de altas e baixas, a Petrobrás (PBR) firmou no campo positivo e subia 0,38%. O movimento reflete a expectativa de alta do petróleo, após a exclusão de bancos russos do Swift, sistema internacional de pagamentos que facilita as transações internacionais. Os especialistas já darão como certo que o barril volte a superar os US$ 100. Num caso extremo, há quem projeta US$ 150.

No setor do agronegócio, uma Brasil Agro (LND) era o principal destaque, com ganhos de 3,23%.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here