Veja como foi ato organizado por crianças em prol da paz na Ucrânia

0
83

Um grupo se reuniu em frente à Embaixada da Rússia, na tarde de domingo (27/2), para protestar contra a invasão russa na Ucrânia. Com cartazes e roupas brancas, e crianças pediam paz e o fim da guerra.

Com apenas 11 anos, a estudante Beatriz Mota foi uma das organizadoras da manifestação. Junto com o irmão Pedro Mota, 13, ela mobilizou amigos para levarem cartazes e flores ao native.

Veja imagens do ato:

Iniciativa

Na noite de sexta-feira (25/2), Beatriz mostrou preocupação com a invasão da Ucrânia. Segundo a mãe da estudante, Licia Mota, 45, médica e professora universitária, a criança está impactada pela escalada da violência na crise internacional. “O que podemos fazer?” questionou a menina.

“A paz agora é muito importante. Porque a gente está passando por um momento muito difícil. Já é o 3º ano que a gente está na pandemia e, especialmente, agora não é um bom momento para a gente estar em guerra. Nunca é um bom momento para estar em guerra. Mas agora, pois se a gente tem paz, especialmente vai ter o pace para reconstruir”, afirma Beatriz.

A família de Beatriz não tem laços com a Ucrânia ou com a Rússia. “Realmente é um ato de empatia com o outro. Pensamos no próximo, nas pessoas que estão vivendo o pavor dos bombardeios. Um país está sendo devastado. É o horror da guerra. Mesmo distante, devemos ter desviado”, assinalou a médica.

Engajada com causas sociais, a menina já participou de projetos para distribuição de marmitas às pessoas em situação de vulnerabilidade social e deu apoio para abrigos de cães e gatos. Na escola, estuda conceitos de política internacional e práticas sociais. Já participa de um projeto com a embaixada da Grécia, com foco na mediação de conflitos.

Quer ficar ligado em tudo o que rola no quadradinho? Siga o perfil do Metrópoles DF não Instagram.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here