Porque a Ucrânia é o ‘paraíso das barrigas de aluguel’?

0
69

Assim como a Turquia é um destino bastante procurado para realização de implantes capilares, a Ucrânia também é um native que atrai uma certa categoria de “turismo médico”. O país é muito procurado por casais em busca de barrigas de aluguel para bebês.

A prática da matrícula de substituição com fins lucrativos é proibida em muitos países, incluindo o Brasil. Porém, a desregulamentação da prática e o preço bem mais cobrado pelas mulheres para engravidartornou-se Ucrânia uma espécie de “paraíso das barrigas de aluguel” para estrangeiros.

publicidade

Como funciona no Brasil

No Brasil, o regulamento do Conselho Federal de Medicina (CFM) para a barriga de aluguel é bastante restritivo. Por aqui, não é permitido contratar uma barriga de aluguel, na acepção do termo, já que as substituições com fins de substituição não são permitidas.

Além disso, não há casos de parentesco entre como partesco de envolvimento, é necessário que o Conselho Regional de Medicina (CRM) emita uma autorização expressa que o procedimento seja feito. Por isso, os casais com condições financeiras pedem barrigas de aluguel no external.

Ida à Ucrânia só é necessária para coleta de óvulos e espermatozóides e, posteriormente, para buscar o bebê.Crédito: Corona Borealis Studio/Shutterstock

Nos Estados Unidos, onde foram gerados Gael e Romeu, os filhos do ator Paulo Gustavo (1978-2021) e do médico Thales Bretas, contratou uma barriga de aluguel pode até US$ 120 mil (cerca de R$ 620 mil, na cotação atual). Na Ucrânia, esse valor gira em torno de R$ 280 mil.

O procedimento é relativamente simples, quando se trata de um casal heterossexual, é necessário para a Ucrânia para a coleta do subject material que dará origem aos embriões, que serão incorporados às barrigas de aluguel. A gestão país é igual à distância e o retorno ao só é necessário para buscar o bebê. O acompanhamento da gestão é todo realizado à distância.

Leia mais:

Porém, com a recente invasão russa à Ucrânia, tem o potencial de paralisar ou até mesmo acabar com esse, digamos, mercado no curto e médio prazo. Neste exato momento, pelo menos 15 casais estrangeiros e 10 bebês, sem sucesso, sair de Kiev.

Através da: G1

Já assistu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Virtual? inscreva-se no canal!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here