Estados Unidos e Europa se comprometem a tirar bancos russos do Swift

0
43

[ad_1]

Em pronunciamento oficial, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, afirmou que Estados Unidos, Europa e Canadá se comprometem a banir os bancos russos do Swift, o sistema de transferências internacionais que conecta bancos em todo o planeta.

As sansões devem atingir 70% do sistema bancário e empresas estatais do país comandado por Vladimir Putin, que na última semana invadiu a Ucrânia. O Swift hoje conecta mais de 11 mil instituições financeiras em 200 países.

Leia também:

Além disso, a Comissão também se compromete a “impor medidas restritivas que impedirão o Banco Central da Rússia de implantar suas reservas internacionais de forma a prejudicar o impacto de nossas sanções”.

Uma terceira medida seria especificamente “limitar a venda de cidadania – os chamados passaportes dourados – que permitem que russos ricos conectados ao governo russo se tornem cidadãos de nossos países e tenham acesso a nossos sistemas financeiros”.

Na próxima semana, uma força-tarefa será iniciada para implementar as sanções já definidas. Outras medidas deverão ser tomadas nos próximos dias, segundo o mesmo comunicado.

Cadastre-se na IMpulso e receba semanalmente um resumo das notícias que mexem com o seu bolso — de um jeito fácil de entender:

[ad_2]

Supply hyperlink

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here