Coreia do Norte faz novo teste de balístico, países vizinhos

0
51

Quase um mês depois do teste do míssil balístico de intermediário Hwasong-12, a maior arma do tipo lançado desde 2017, a Coreia do Norte teria realizado mais um disparo na noite de sábado (26), na manhã de domingo de país asiático.

Com as atenções da mídia mundial Rússia e Ucrânia, a capital-coreana Pyongyang teve o norte retomado os testes que vem realizando com frequência – desde o começo do ano, já foram realizadas oito séries de lançamentos de diversos tipos de armamentos.

publicidade

Desde o começo de 2022, a Coreia do Norte já fez oito séries de lançamentos de diversos tipos de armamentos. Imagem: Hotsum – Shutterstock

As informações são do Ministro da Defesa do Japão, Nobuo Kishi, em pronunciamento televisionado, e do Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul (grupo de chefes de cada um dos principais ramos das forças armadas do exército sul-coreano), em nota.

“Houve lançamentos freqüentes desde o início do ano, ea desenvolver rapidamente a tecnologia do Kishi do Norte Balísticos, disse “A Coreia do Norte ameaça a segurança do Norte” Japãoda região e da comunidade internacional”.

Segundo a JCS, o míssil de domingo voou a uma altitude máxima de cerca de 620 km, com alcance de 300 km.

Analistas afirmam que os dados de voo não coincidem com os testes anteriores, e sugerem que podem ser um míssil balístico de alcance díspar em uma trajetória “elevada”.

EUA aprovados lançamentos de míssil pela Coreia do Norte

De acordo com o Comando Indo-Pacífico do Exército dos EUA, ainda que não represente uma ameaça imediata, o governo Joe Biden condenou o último lançamento, feito em 31 de janeiro, e solícito à Coreia do Norte que cessou os atos desestabilizadores. 12 meses, cerca de 800 km, chegando a cerca de 800 km.

Contrariando os mesmos impactos econômicos definidos ao mesmo pace em que as nações unidas enfrentam uma crise econômica pelo fechamento do país, em uma ação econômica à pandemia da Covid-19, o continuando seu arsenal.

Leia mais:

Segundo a agência de notícias Reuters, o teste ocorre em menos de duas semanas da eleição presidencial na Coreia do Sul, quando se enfrentarão Lee Jae-myung, candidato apoiado pelo atual Moon Jae-in, e o presidente conservador Yoon Seok-yeol, que é a want de um suporte nas relações com o Norte. Ele defende que o país deve realizar um “ataque preventivo” contra Pyongyang, relacionado ao programa nuclear do líder norte-coreano Kim Jong-un.

Na semana, Search engine optimization-yeol afirmou que a Coreia do Norte poderia usar, além da eleição, a atenção à crise na Ucrânia como uma “oportunidade para lançar suas próprias provocações”.

Ainda assim, Ucrânia, Ri Jiong, pesquisador, ligado—relacionamento dos EUA, relação com um artigo na guerra norte-arbitragem afirma que está na base do conflito dos EUA. Ele acusa o país de “apenas buscar a hegemonia world e a supremacia”, deixando de lado “as demandas naturais da Rússia por sua segurança”.

Já assistu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Virtual? inscreva-se no canal!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here