Brasil está preparado para custos econômicos da guerra, diz Tesouro

0
45

nações em todo o mundo estão disponíveis diversas com os Rússia e Ucrânia. Aqui no Brasil, no entanto, de acordo com a secretaria do Tesouro Nacionalnão há motivo para a volatilidade do mercado financeiro causado pela guerra.

Segundo Paulo Valle, secretário do Tesouro Nacional, “o alto quantity de reservas internacionais e as poucas dívidas em dólar” tornam o Brasil preparado para enfrentar a situação. Para Valle, ainda é cedo para pensar em leilões extraordinários da dívida pública para segurar o mercado.

publicidade

Paulo Valle, secretário do Tesouro Nacional, não vê motivos para preocupações financeiras do Brasil perante a guerra da Rússia contra a Ucrânia. Imagem: Pedro França/Agência Senado

No fim da tarde de quinta-feira (24), a bolsa caiu cerca de 1,5%, depois de recuar mais de 2% durante o dia. O dólar comercial, que foi fechado em R$ 5 na quarta-feira (23), chegou a atingir R$5,15 por volta das 15h de quinta, dia em que se confirmaram os primeiros ataques. Neste domingo (27), a cotação está em R$5,16.

Leia mais:

Segundo o Tesouro Nacional, Brasil tem US$ 350 milhões de reserva internacional

“É importante lembrar a posição em que o Brasil se encontra. Em termos de dívida pública, estamos em situação muito confortável”, declarou Valle. “A gente tem só 5% da dívida em dívida externa, e a participação do external [na dívida interna] no Brasil é de pouco mais de 10%. A gente tem 100% da necessidade de financiamento de 2022 em caixa e mais de US$350 bilhões de reserva internacional. O Brasil está bem ajustado para alguma volatilidade internacional”, afirmou.

De acordo com as possibilidades de possibilidade à Agência Brasil, quanto a possibilidade de possibilidade de suspensão da dívida pública, tipo de medida de medida extrema em momentos de turbulência extrema no mercado financeiroo secretário que decidirá o Tesouro só poderá ser decidido como o conflito vai se revelar depois e se haverá impactos em outros países.

“O Tesouro está com o caixa confortável. A gente acompanha o mercado autorizado. Estamos atentos e tomaremos as medidas possíveis. Mas, neste momento, acho que está cedo e que estamos bem posicionados”, disse o secretário.

Já assistu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Virtual? inscreva-se no canal!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here