Bolzan toma medida que pode mudar os rumos do futebol

0
39

[ad_1]

A atitude de Romildo Bolzan foi de certa forma ímpar no futebol atual. O presidente se recusou a pôr seu time em campo, após o ônibus do clube ser apedrejado e atletas serem feridos.

Não é sempre que os dirigentes tomam esse tipo de atitude, na verdade, normalmente os instances entram em campo igual. Contudo, Romildo pode ter dado início a um novo marco.

Como punição exemplar para os torcedores, os clubes podem começar a se recusar a entrar em campo, quando há violência. Esta seria uma forma de protestar contra a atual violência impregnada no futebol brasileiro.

Contudo, para esse tipo de atitude ser tomada, é preciso ter aceitação por parte da federação. A FGF (Federação Gaúcha de Futebol), aceita a maioria das determinações da dupla GreNal, então não havia como o clube tomar W.O.

No entanto, se fosse uma partida contra um Corinthians, talvez a situação fosse diferente. Entretanto, se Bolzan determinar que o tricolor não vai jogar, quando o clube for alvo de violência, pode dar uma lição nos torcedores “sem noção”.

Bolzan pode dar um caminho para outros instances seguirem

O Paraná e o Bahia foram alvos de violência nesta semana. Contudo, o Bahia entrou em campo, diferente do que Bolzan fez com o Grêmio. Já o Paraná sofreu violência dentro de campo, quando torcedores invadiram.

Se queremos que o futebol brasileiro progrida, não há mais como tolerar a violência. Esse tipo de ato é criminoso e precisa ser severamente responsabilizado. Para que sirva de exemplo e não venha a se repetir. Violência não combina com futebol.

Enfim, gostou da notícia?

Então, se inscreva no YouTube e nos siga em nossas redes sociais como o TikTok, o Twitter, o Instagram e o Fb. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Imortal Tricolor.



[ad_2]

Supply hyperlink

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here