Protagonismo feminino é tema de mostra em Anápolis (GO)

0
37

[ad_1]

Goiânia – Com os olhares voltados para as mulheres que constroem a cena cultural cantando, escrevendo, interpretando e conduzindo os rumos do fazer artístico, a Mostra de Artes Híbridas – Mulheres Anapolinas (MAH:MA) acontece tanto on-line quanto presencialmente nos dias 25 e 26 de fevereiro, com acesso gratuito.

A realização da mostra é do grupo Matula Cênica por meio dos editais da Lei Aldir Blanc, da Prefeitura de Anápolis, a cerca de 55 km da capital goiana, com os recursos do Ministério de Turismo, do governo federal.

São cantoras, instrumentistas, escritoras, bailarinas, gestoras artísticas, artistas plásticas, dirigentes de instituições e outros ofícios desempenhando o protagonismo feminino na comunidade native. “Tanto no poder público como na sociedade civil, percebemos que as mulheres ampliaram a sua presença para além do fazer artístico, decidindo os rumos do desenvolvimento cultural”, comenta a secretária municipal de Integração Social, Esporte e Cultura, Andrea Lins.

A dinâmica da programação conta com as apresentações e performances on-line nas noites das próximas sexta, 25/2, e sábado, 26/2, finalizando com um bate-papo entre todas as participantes de cada dia. Performances musical, literária, teatral, circense, de dança e artes visuais serão apresentadas pelo canal do YouTube do grupo Matula Cênica.

“A ideia deste evento vai além de somente enaltecer as artistas, incentivando mais mulheres a produzirem arte e mostrarem seus trabalhos”, explica a integrante do Matula Cência e proponente do evento, Queli Ferreira.

Workshops

Na parte presencial da programação, dois workshops serão sediados no Auditório da Escola de Música de Anápolis: “Expressividade: um diálogo entre teatro e Libras” e “Criando ideias e produzindo arte”, que acontecem no período vespertino (14h às 18h), nos dias 25 e 26 deste mês.

As inscrições vão até a próxima quinta, 24/2, são gratuitas e feitas em formulário on-line (hyperlink ao ultimate da matéria). “A formação é uma parte importante para despertar talentos e dar mais confiança para que as artistas despontem”, incentiva a diretora de Cultura, Nabyla Carneiro.

Confira a programação:

25/02, às 19h, pelo Youtube: Matula Cênica

  • “Batuque, canto e viola” – apresentação circense – com Amanda Ricoldi (Boca do Lixo)
  • “Madeiras do Brasil” – apresentação de Artes Visuais – com Tatiana Susano
  • Apresentação Musical com Banda Liebe – Destaque: vocalista Verônica Campos
  • Bate-papo: “Isso é coisa de mulher” com as artistas participantes da programação – Mediação: Matula Cênica

26/02, às 19h, pelo Youtube: Matula Cênica

  • “Graviception” – apresentação de dança – com Isabela Pinheiro
  • “Nunca beijei minha mãe” – apresentação literária – com Natalina Fernandes (União Literária Anapolina – ULA)
  • “Sobre figos e folhas” – apresentação teatral – Matula Cênica
  • Bate-papo: “Isso é coisa de mulher” com as artistas participantes da programação – Mediação: Matula Cênica

Hyperlink do canal do Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCgzLxXdmzZHwELuDM5mRHrw

Workshops

  • Native: Auditório da Escola de Música de Anápolis – Rua Catorze de Julho, esquina com a Avenida Goiás, Centro.
    25/02, das 14h às 17h – Workshop: “Expressividade: um diálogo entre teatro e Libras” – Palestrante: Mar Rosa
    26/02 – Das 14h às 17h – Workshop: “Criando ideias e produzindo arte” – Palestrante: Ilmara Damasceno
    Inscrições gratuitas até dia 24/02
  • Clique para se inscrever

[ad_2]

Supply hyperlink

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here