Qual discurso Eduardo Leite prepara para ser candidato ao Planalto

0
70

[ad_1]

As negociações para Eduardo Leite se tornar o candidato do PSD à Presidência avançaram em ritmo acelerado porque o governador gaúcho não enxerga viabilidade eleitoral em João Doria nem em qualquer outro nome da terceira by way of.

Leite diz em conversas reservadas que é o único candidato capaz de representar uma novidade nesta eleição. Ele afirma aos aliados que a mesma opinião lhe foi passada por lideranças políticas e da sociedade civil em reuniões feitas depois das prévias do PSDB.

O governador nunca engoliu a vitória de Doria na disputa pela indicação da candidatura tucana. Por sentir que a sua entrada na corrida eleitoral pode mexer as peças no tabuleiro, Leite chegou a avisar a Gilberto Kassab, presidente do PSD, que esperaria um clamor público para aceitar o convite, mas as reações nos bastidores já foram suficientes para convencê-lo de que há espaço para ser candidato.

Após a derrota nas prévias, Leite foi aconselhado por aliados a não migrar para outro partido para não ser visto como “mau perdedor”. O governador concordava que um movimento precipitado poderia prejudicar o recall político e dizia que valeria a pena concluir o mandato porque em 2022 teria condições de deixar um legado no Rio Grande do Sul, com entregas de obras e dinheiro para fazer investimentos.

Mesmo com o otimismo do PSD, os aliados de Leite não esperam que ele torne uma decisão pública antes de março. Resta acertar a continuidade da gestão estadual com o vice, Randolfo Vieira Júnior, e conversar com aliados para sua sucessão política no estado não ser prejudicada pela decisão.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.



[ad_2]

Supply hyperlink

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here