DF não tem leito de UTI Covid pública para adulto ou criança nesta 5ª

0
40

Taxa de ocupação de unidades de terapia intensiva (UTIs) pedidos para pacientes adultos e para crianças com Covid-19 na rede pública do Distrito Federal chegou a 100% nas primeiras horas desta quinta-feira (17/2). De acordo com o sistema InfoSaúdedo GDF, atualizado às 6h25, a ocupação atual de UTI para tratamento do novo coronavírus, contabilizando os leitos neonatais, é de 98,18%.

A lista de espera por UTIs na rede pública de saúde tem 27 pessoas com confirmação ou confirmação de pelo novo coronavírus.

Saiba mais sobre as variantes da Covid-19:

0

Atualmente, há 108 leitos para Covid-19 ocupados e dois vagos na rede pública. No entanto, entre as unidades disponíveis, as duas são neonatais, não havendo UTIs adulto e pediátricas livres. Outros 11 leitos estão protegidos ou cobertos.

Os únicos leitos de UTI Covid-19 livres, neste momento, na rede pública estão no Sanatorium Regional da Asa Norte (Hran). Não há vagas em outras instituições públicas de saúde.

A rede privada está com taxa de ocupação de 81,25%. São 120 leitos de UTI Covid-19 preenchidos e 27 disponíveis. Os leitos pediátricos dos hospitais particulares atingiram 100% de ocupação, de acordo com a atualização do sistema, até as últimas 19h55 de quarta-feira (16/2)

Ibaneis Rocha monitora ocupação de UTIs para voltar a liberar eventos

“Momento certo”

O governador Ibaneis Rocha (MDB) disse nesta quarta-feira (16/2) que, Além de avaliar a taxa de transmissão da Covid-19 para permitir a realização de eventos, observa a ocupação dos leitos de Unidade de Intensiva (UTI) na capital. Ele que “no certo” irá anunciar a redução das afirmações afirmada.

A fala do mandatário do DF ocorreu durante a visita à Caravana do Empreendedor em Santa Maria. “A princípio, ter uma quantidade necessária de leitos que atendam à redução e redução da taxa de transmissão que é o que já pode vir a melhorar. Os leitos, nós estamos providenciando com a licitação realizada pela Secretaria de Saúde”, destacada, ao se referir ao Sanatorium da Polícia Militar. Segundo ele, já são seis propostas em análise.

Segundo ele, o anúncio é em breve a volta dos eventos. “Precisamos retomar a economia com segurança. Temos a compreensão do setor de empreendedorismo e da área de eventos e sabemos que nenhum momento certo isso vai ser feito. Não é vontade minha encerar com os eventos. A gente faz isso por uma necessidade. O resultado está eficaz, com redução nas taxas de transmissão e, esperamos em breve, poder anunciar para todos vocês a essas medidas restritivas”, finalizou.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here