Confira como 11 empresas da bolsa deram bonificação de ações em 2021

0
237

A Itaúsa (preserving que inclui o Itaú Unibanco, XP, Alpargatas, entre outras empresas) foi uma das 11 empresas que bonificaram acionistas com ações em 2021 (Crédito: Divulgação)

No passado, 11. SLC Agrícola, Itaúsa (preserving que inclui Itaú Unibanco, XP, Alpargatas, entre outras empresas), Dexco, Lojas Renner, Porto Seguro, Bradesco, Panatlântica, Cemig, Bradespar (braço não financeiro do Bradesco), Schulz e SulAmérica distribuíram ações sem cobrar nada por elas.

A bonificação é uma distribuição gratuita de novas ações proporcionais ao capital já investido pelos acionistas de uma companhia. É uma forma de compensação financeira do investidor quando a empresa está sendo avaliada bem acima do esperado.

Ela lança mão quando não deseja pagar em período específico da prática – um tipo de divisão sobre o capital próprio (JCP), um de dividendo sobre o capital próprio (JCP), um de dividendo sobre o capital próprio (JCP), um de entrega obrigatória sobre o capital próprio (JCP) a participação de sócios majoritários.

Também pode ser uma forma de ajuste o preço mais atrativo e acessível a um número de investidores ainda na cotação, principalmente a maior frente do saldo das reservas de maior atrativo e acessível aos limites legais.

Assista à série especial “Lucro em Qualquer Cenário”, direcionada a quem quer aprender como ganhar dinheiro em 2022? Confira aqui a primeira aula.

Abaixo você confere a lista completa das empresas que bonificaram em 2011:

Ação Classe Código Dados do último provado
SLC Agrícola SOBRE SLCE3 30/12/2021
Itaúsa SOBRE ITSA3 20/12/2021
PN ITSA4 20/12/2021
Dexco SOBRE DXCO3 14/12/2021
Lojas Renner SOBRE LREN3 11/04/2021
Porto Seguro SOBRE PSSA3 20/10/2021
Bradespar SOBRE BRAP3 20/09/2021
PN BRAPA 20/09/2021
Panatlântica SOBRE PATI3 30/08/2021
PN PATI4 03/08/2021
Cemig SOBRE CHIG3 30/04/2021
PN CHIGA 30/04/2021
Bradesco SOBRE BBDC3 16/04/2021
PN BeDC4 16/04/2021
Schulz SOBRE SHUL3 15/04/2021
PN SHULA 15/04/2021
SulAmérica SOBRE SULA3 29/03/2021
PN SULA4 29/03/2021
UNT N2 SULA11 29/03/2021

Fonte: Economatic

Livre escolha

Ao contrário do pagamento não é de escolha dos livres, a bom por lei e o quantity de empresas distribuídas. O Bradesco, por exemplo, teve um lucro recorrente recorde de R$ 26,2 bilhões em 2021 e já anunciou uma bonificação de 10% das ações neste ano, caso aprovado na Assembleia Geral Extraordinária.

No ano passado, o banco já havia bonificado os acionistas em 10% das ações. Nenhum ano anterior havia dado 20%. Desde 1972, o Bradesco manteve uma prática de bonificação de ações quase anual. Já a Itaúsa também bonificou em 2020, um de 5% sobre o capital general investido, mas nos dois anos anteriores não fez uso da prática.

Não há um dado certo para ocorrer uma bonificação. Essa é uma decisão deliberada na assembleia geral pelo voto dos acionistas. Vale registrar que não há empresa, mas sim uma aumento de recursos da companhia, sem alterar seu patrimônio líquido, mas a base a companhia da companhia que aumenta.

+ 5 dicas para ganhar dinheiro com investimentos

+ A bolsa de valores está mais democrática

Bonificação em ações é bem

Por ser um ato voluntário da empresa é uma prática bem vista no mercado financeiro. Ela atrai novos e especuladores quanto o número de especialistas e a segurança de seus papéis aumentam quando uma empresa faz o seu anúncio.

A primeira consequência da bonificação é a queda de cotação das ações individuais. Ainda que o preço caia, a quantidade de ações aumentar proporcionalmente. Assim, o capital não perde se mantém inalterado e o investidor dinheiro na conta ultimate.

Apesar da prática não ser obrigatória por lei, ela segue algumas poucas regras. É preciso deliberar em uma assembleia geral e em quantidade de ações que serão distribuídas. Depois, emitirá um fato relevante (comunicado ao mercado) com as informações da bonificação, inclusive a indicação da knowledge limite para a compra das ações que garantirão ou seu recebimento.

Na knowledge de distribuição das ações, é considerado o capital que cada investidor tem da empresa. E, próxima vez que a empresa for pagar proventos (dividens ou JCP), o acionista receberá mais, já que agora possui ações.

>>> Economista revela como “Lucrar em Qualquer Cenário” em uma série de vídeos. Assista a primeira aula agora!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here