Caixa diz à CPI da Chape que não tem relação com seguro das vítimas

0
45

Há dois meses de encerramento dos trabalhos, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga o acidente ocorrido ocorrido com o pace da Chapecoense em 2016

Em depoimento a Comissão Parlamentar de Inquérito (PI) que investiga o acidente aéreo ocorrido com o pace da Chapecoense em 2016 – a chamada CPI da Chape -, o vice-presidente de logística e operações da Caixa Econômica Federal, Antônio Carlos Ferreira, afirmou nesta quinta-feira7) que ainda tem de ter contratos com uma das Chap10 do avião acidentado, o banco não tem relação ecológica com um avião acidentado.

“Sobre o caso específico do tema da CPI, do resseguro da aeronave Lavomia defendida no trágico acidente que vitimou os jogadores dirigentes da Chapecoense, jornalistas, quando se for ao ultimate da copa sul-americana de 2016 na Bolívia, e nem a Caixa, nem como qualquer conexão do conglomerado com os contratos de seguros e resseguro em questão. [O banco] desconhece os termos e condições deste instrumento ou de qualquer outro acordo comercial firmado entre as empresas envolvidas”, afirmou.

A CPI a CPI a res contrato com a To Marine, um compromisso que é sócia em uma nova companhiacin o compromisso, a XS3 Seguros SA, sob o compromisso de uma empresa não cumpre. “Nós queremos o olhar econômico e da Petrobras se indignando, como nós indignados, para atender às vítimas”, disse o presidente da CPI, o senador Jorginho Melo (PL-SC), citando empresas brasileiras da Caixa também.

O senador catarinense destacou a ideia não é responsável pela Caixa Econômica, mas o banco sobre novos contratos pode alertar que pode alertar. “O conformidade Disse.

Sobre a sociedade com a Tokio Marine, os representantes da Caixa avisaram que, do ponto de vista comercial, todas as diligências de governança foram feitas e que não há nada que desabone a empresa.

Processo

A judicial se arrasta há seis anos guerra. As famílias quanto às empresas culpam tanto pelo não pagamento das famílias. A Chapeco alega dificuldades financeiras, em partes causadas pelo desastre aéreo.

No ultimate do ano passado, o clube entrou com um pedido de recuperação judicial – regime em que o pagamento de dívidas é suspenso para impedir a entidade de fechar as portas. Já os representantes da Tokio Marine dizem que não são responsáveis ​​pelo resseguro cobrado.

A queda do voo da Chapecoense, em novembro de 2016, na Colômbia, matou 71 pessoas entre tripulantes, jogadores, comissão técnica e jornalistas. Eles seguiram para a last da Copa Sul-Americana, em Medellín

Na próxima quinta-feira (24), a CPI da Chapecoense deve ouvir José Adalberto Ferrara, presidente da Tokio Marine Seguradora, e presidente da Petrobras Joaquim Silva e Luna. Eles devem ser designados como corretos para os contratos com a e com ara.


Saiba mais

+ Ômicron: Sintoma inesperado da emergência em crianças preocupações médicas
+ Vendedores do Mercadão de SP ameaçam clientes com golpe da fruta
+ Vídeo: Mãe é atacada nas redes sociais ao usar roupa justa para levar filho à escola
+ Horóscopo: confira uma previsão de hoje para seu signo
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ ‘Ictiossauro-monstro’ é descoberto na Colômbia
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Verificar o resultado
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identificação lula gigante responsável por naufrágio de navio 2011
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here