Os fundos do agronegócio estão entre os principais investimentos neste ano

0
53

Já existem 18 opções de Fundos Produtivas Agroindustriais (Fiagro) de números brasileiros por 18 opções de Fundos Produtivas Agroindustriais (Fiagro) que existem por grandes3, a bolsa de valores aumentada, pois a tendência é de crescer, principalmente, principalmente de pessoas físicas, a aumentar isenção de imposto de renda, pelo rendimento e pela segurança que vem da solidez do agronegócio (Crédito: Pixabay)

Duas questões ganham cada vez mais importância entre os desafios do agronegócio. A primeira, dita inclusiva por lideranças do setor, é a necessidade de uma comunicação mais eficaz com a população urbana para valorizar sua imagem. A outra é a urgência de ampliar a conexão com a Fa Lima que é conduzida pela avenida da capital paulista. A entrada dos Fundos de Investimentos nas Cadeias Produtivas Agroindustriais, conhecida como Fiagro, na B3, a bolsa de valores brasileira, em agosto do ano passado, trouxe ganhos para as duas situações.

Pela dinâmica dos fundos imobiliários e por conta da isenção de Imposto de Renda (IR) para pessoas físicas, o logotipo da Fiagro chamou a atenção de investidores urbanos. A opção é mais focada no potencial de retorno do que em qualquer procuração precisa com lavouras e rebanhos, mas quem precisa entender que boa parte da segurança desses fundos vem do potencial do agronegócio que em 2020 representa 26,6% do produto Interno Bruto (PIB) brasileiro.

+ Entenda por que a inflação americana impacta os investimentos no Brasil

Quanto ao potencial de captação de investimentos, que pode estimular o desenvolvimento em diferentes áreas do agronegócio, o balanço das provas que as perspectivas podem além do que se imagina. É o caso da Kijani, totalmente abrangente ao agronegócio, que conseguiu captar R$ 24 milhões com o Fiagro Asatala, primeiro nessa categoria, distribuído pela XP Investimentos. Este registro superou uma oferta de R$ 200 milhões listada na B3, e os próximos resultados podem surpreender também em relação à perspectiva para o primeiro ano de atuação, que technology chegar a pelo menos R$ 300 milhões.

Em dezembro do ano passado, a gestora Kardinal captou R$ 58 milhões com a oferta do primeiro Fiagro FIDC (de direitos creditórios). A Kardinal contornou com uma parceria da financeira VTX, fintech especializada para operações no mercado de capitais, e com a Nagro, outra startup do setor que é representada como originadora de créditos de capital 100% virtual.

A perspectiva é de que a procura pelo Fiagro proceed crescendo e esse fundo ganhe mais destaque como opção de investimento durante 2022. Para o advogado tributarista e sócio do escritório FCAM Advogados, pode apresentar um growth no segmento imobiliário. “Por conta de o preço das terras ter subido bastante, deve surgir muita gente querendo investir nelas como financeiro”, afirmou. Não é por acaso que gigantes do setor financeiro também apostam nessa ideia. A Itaú Asset acaba de abrir sua primeira emissão do Rura11, seu Fiagro imobiliário.


Saiba mais

+ Ômicron: Sintoma inesperado da emergência em crianças preocupações médicas
+ Vendedores do Mercadão de SP ameaçam clientes com golpe da fruta
+ Vídeo: Mãe é atacada nas redes sociais ao usar roupa justa para levar filho à escola
+ Horóscopo: confira uma previsão de hoje para seu signo
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ ‘Ictiossauro-monstro’ é descoberto na Colômbia
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Verificar o resultado
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identificação lula gigante responsável por naufrágio de navio 2011
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here