Jornalista portugus analisa trabalho de Rui Vitria como tcnico e rebate discurso de ‘retranca’

0
65

[ad_1]

Há 14 dias da demissão de Sylvinho, o Corinthians segue sem a definição de um técnico. Até então, o que se sabe é que a diretoria alvinegra busca um treinador estrangeiro, com ênfase na escola portuguesa. Entre os dez lusitanos já especulados, figura o nome de Rui Vitória, que foi analisado por um jornalista especializado na cobertura do Benfica – assista vídeo na íntegra acima.

Não é propriamente um treinador defensivo. É um treinador tático. Gosta de usar muita estratégia. Mas depende muito do elenco que tem. Se tiver um bom elenco que dá dinâmicas ofensivas, faz a equipe jogar um bom futebol. Ele já apresentou um bom nível, principalmente no Benfica onde conseguiu ser duas vezes campeão nacional”, explicou Miguel Alexandre, jornalista português criador do canal “5 minutos à Benfica”, durante a reside do “Cola, Fiel”, do Meu Timão – veja o vídeo abaixo.

“Depois, as coisas não correram tão bem no seu terceiro ano, onde não conseguiu vencer e perdeu para o Porto. No meio da temporada seguinte acabou demitido do Benfica devido aos maus resultados e ao futebol ter piorado um pouco”, completou.

O maior sucesso de Rui Vitória foi justamente no Benfica, de Portugal. O técnico comandou a equipe de 2015 a 2019, tendo conquistado seis títulos neste período. Por lá, foram 183 jogos, com 125 vitórias, 27 empates e 31 derrotas.

Depois de uma terceira temporada abaixo do esperado, ele partiu para o Al-Nassr, da Arábia Saudita. À frente do time de Riade, conquistou dois títulos, e teve 54 triunfos, 13 empates e 19 derrotas em 86 duelos. Por fim, seu último trabalho foi no Spartak Moscou, da Rússia, onde teve apenas 42% de aproveitamento em 26 partidas disputadas.

“Em termos de jogo jogado, o Rui Vitória gosta de jogar num 4-3-3 ou 4-2-3-1. Já tentou algumas vezes um 4-4-2, mas não é muito comum. É um treinador que apresentou bom nível no Benfica. Aproveitou muito a base e isso é considerado positivo para vocês”, continuou Miguel Alexandre.

O jornalista ainda contou que Rui lançou diversos jogadores de alto nível durante sua passagem no Benfica. Nomes como Éderson, Renato Sanchez, Ruben Dias e Lindelof foram citados como exemplos. Outra curiosidade compartilhada foi a “rixa” do comandante com Jorge Jesus, seu algoz em Portugal e na Árabia Saudita. Os companheiros de profissão criaram um desafeto quando JJ saiu do Benfica para o Carrying, e Vitória ocupou seu lugar.

Durante a reside, Miguel ainda avaliou a posição do treinador de 51 anos dentre os quatro portugueses mais especulados no Corinthians (Paulo Fonseca, Vitor Pereira, Luis Castro e Rui Vitória). Para ele, Rui é o segundo melhor do grupo, perdendo apenas para Paulo Fonseca.

“Acho que é uma bola solução para o Corinthians. Dos quatro (Paulo Fonseca, Vitor Pereira, Luis Castro e Rui Vitória), parece o mais possível contratar, e que o Corinthians vai ficar mais bem servido. Paulo Fonseca é o melhor dos quatro, mas também é o mais difícil de conseguir. Acredito que Rui esteja a seguir. Portanto, se vocês conseguirem o Rui, não fiquem chateados. Pode não começar muito bem, mas, sinceramente, acho que vai ter sucesso”, declarou.

Confira o vídeo do “Cola, Fiel” com a participação de Miguel Alexandre sobre Rui Vitória

Veja mais em:
Mercado da bola.

[ad_2]

Supply hyperlink

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here