25% dos empregados de bares e restaurantes foram afastados em janeiro

0
45

[ad_1]

O setor de bares e restaurantes teve de afastar 25% dos seus funcionários em janeiro. A medida foi causada pelo aumento de casos de Covid e de gripe no início do ano. No Nordeste, a alta de infecções por dengue também contribuiu para os afastamentos.

O balanço é do presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Paulo Solmucci. Esse foi mais um baque para o setor, que enfrenta dificuldades depois de dois anos de pandemia.

De acordo com Solmucci, um restaurante tem alta de 70% no custo diário de um funcionário ao contratar um empregado temporário para cobrir os dias de afastamento.

Como os afastamentos foram em média de dez dias, não foram compensados pelo INSS. Esse quadro elevou a pressão de custos do setor no mês passado. Hoje, segundo o presidente da Abrasel, 34% das empresas do setor estão dando lucro, 31% têm prejuízo e 35% estão no 0 a 0.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.



[ad_2]

Supply hyperlink

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here