Com a evolução das variantes do Covid-19, os sintomas também. No começo da pandemialfato e febre; com a Ômicron, os sintomas se assemelham mais com os de uma gripe, com coriza e espirros.

Porém, existem outros sintomas que costumam passar desapercebidos ou ser confundidos com os de outras doenças. Eles podem aparecer antes dos sintomas mais clássicos, Antes mesmo do paciente se atentar para que precisa fazer o exame para verificar se está com infecção.

O primeiro deles apresentam sintomas que apresentam 62% dos pacientes expostos, e a maioria dos pacientes é fadiga.

A presidente da Associação Médica da África do Sul, Angelique Coetzee, explica que os sinais mais comuns entre os pacientes que estão nos primeiros estágios da batalha pela Ômicron são fadiga, dor muscular e dor de cabeça.

0

O segundo é uma sensação de veracidade, que pode resultar em deslumbramento. Uma pesquisa feita na Alemanha mostra que alguns pacientes têm os sintomas, que não são inéditos entre infecções virais.

Dados da Itália, Espanha e Portugal afirmam que cerca de 4,2% dos pacientes com Covid-19 desmaiou em algum momento no início da infecção. Os desmaios são mais comuns em pessoas com mais de 60 anos.