Sergio Moro irá à Câmara defender fim do foro privilegiado

0
60


Sergio Moro fará um corpo a corpo com deputados na Câmara para pedir apoio à criação de uma frente parlamentar pelo fim do foro privilegiado. A proposta que acabaria com o foro privilegiado para 55 mil autoridades foi apresentada pelo senador Alvaro Dias, do Podemos do Paraná, aliado de Moro. O texto foi aprovado no Senado em 2017, mas está emperrado na Câmara desde então.

O ato é organizado pela presidente do Podemos, deputada Renata Abreu, que planeja a mobilização para fevereiro. A bancada precisa recolher no mínimo 171 assinaturas para criar a frente parlamentar e, assim, tentar fazer mais pressão para que Arthur Lira, presidente da Casa, leve o projeto do foro ao plenário. A pauta é impopular entre a classe política e tampouco avançou na gestão de Rodrigo Maia.

A proposta pretende limitar o foro privilegiado a cinco autoridades: presidente, vice-presidente e presidentes da Câmara, do Senado e do STF. As outras 55 mil autoridades seriam julgadas na primeira instância da Justiça, como pessoas sem cargos públicos.

Desde que lançou a pré-candidatura ao Planalto, Moro já foi ao Congresso endossar uma proposta de um correligionário. Em novembro, esteve no Senado em defesa de um texto alternativo à PEC dos Precatórios, apresentado pelo senador Oriovisto Guimarães, do Podemos do Paraná.

0

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.





Supply hyperlink

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here