Para não melindrar Bolsonaro, deputado evitará Moro em visita ao CE

0
54


Apesar de a cúpula do União Brasil negociar uma aliança com Sergio Moro (Podemos) na disputa presencial, nem todas as lideranças regionais do partido querem aparecer ao lado do ex-juiz agora.

Provável candidato do União Brasil ao governo do Ceará em 2022, o deputado federal Capitão Wagner (CE), por exemplo, decidiu manter distância de Moro durante a visita do ex-juiz ao estado, na próxima semana.

0

Moro cumprirá schedule no Ceará entre domingo (6/2) e terça-feira (8/2). No estado, visitará a capital Fortaleza e as cidades de Juazeiro do Norte, Crato, Barbalha, Limoeiro do Norte e Morada Nova.

As agendas do ex-ministro da Justiça em terras cearenses estão sendo organizadas pelo senador Eduardo Girão (Podemos-CE), de quem Wagner é aliado de primeira hora no estado.

Apesar disso, o deputado disse a aliados que ficará em Brasília durante a passagem do ex-juiz pelo Ceará. A distância não tem a ver com uma rejeição do deputado à figura do ex-juiz.

Wagner quer evitar aparecer ao lado de Moro agora para não melindrar o presidente Jair Bolsonaro, o qual também quer ter em seu palanque na disputa pelo governo cearense. Bolsonaro e Moro são inimigos políticos.

A interlocutores, o deputado cearense disse que quer ter um palanque amplo na eleição estadul, com Moro, Bolsonaro e até o senador Eunício Oliveira (MDB-CE), apoiador declarado do ex-presidente Lula.

Adversário native dos irmãos Ciro e Cid Gomes (PDT), Capitão Wagner aparece em segundo lugar nas pesquisas ao governo cearense atrás dos nomes apoiados pelos pedetistas.



Supply hyperlink

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here