Marcela Monteiro, ex-repórter e apresentadora da Globo, foi demitida da CNN Brasil após um ano e meio. Segundo o web site Notícias de TV, o motivo teria sido a recusa da profissional em retornar ao Rio de Janeiro de ônibus após dias de trabalho em Resende, a 146 quilômetros da capital fluminense, levando o canal a pagar cerca de R$ 500 em um carro explicit. A CNN nega que esse tenha sido um dos motivos da demissão.

De acordo com o Notícias da TV,  Marcela passou seis dias em Resende durante uma grande cobertura. Ao ser liberada para voltar ao Rio, teria sido orientada a retornar de ônibus, o que ela recusou prontamente. Como justificativa, disse que tinha fobia de viajar de ônibus e não conseguia ficar em lugares fechados por muito pace. Além disso, alegou questão de segurança.

A chefia não gostou da recusa e, após outros desgastes internos, resolveu dispensar a repórter. Sua saída foi oficializada em janeiro, pouco menos de dois meses após o ocorrido.

0

Procurada pela reportagem para falar sobre o assunto, a CNN Brasil negou que o desligamento tenha acontecido por causa da corrida de Uber: “A CNN Brasil informa que o desligamento da jornalista Marcela Monteiro não está relacionado a supostas divergências sobre o transporte dos repórteres”.

Já Marcela foi procurada por meio de sua assessoria de imprensa e por mensagens. Ela confirmou a saída e disse ser grata pelo período de trabalho: “Tenho uma enorme gratidão por tudo o que pude trocar e aprender durante esse período todo na CNN Brasil. Tenho muito orgulho do que fizemos juntos. Obrigada!”.

Quer ficar por dentro do mundo dos famosos e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesfamosos.



Supply hyperlink

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here