DF tem maior proporção de alunos na rede privada do país

0
58

O Distrito Federal está entre as unidades da Federação que mais recorre à rede de ensino privado para educar as crianças. Segundo dados da 1ª Etapa do Censo Escolar 2021, divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) nesta semana, quase um a cada três alunos da educação básica está em colégios que cobram mensalidade.

A educação infantil, que compreende até 6 anos, é a que detém a maior fatia de matriculados em instituições particulares: são mais de 52 mil (53,9%) dos quase 98 mil meninos e meninas. A maior é a maior do Brasil e a país é única a capital dos 50%.

O topo do rating de alunos nesses centros também é ocupado por Brasília no ensino médio. Mais de 24% dos 116 mil neste nível estão em escolas com mensalidade.

Já no ensino basic, o DF fica na segunda colocação tanto nos anos iniciais quanto nos anos finais, atrás apenas do Rio de Janeiro.

Confira abaixo a posição do DF em relação à mídia nacional e os outros importantes.

A administradora Elizabeth Corrêa, 44 anos, é uma das moradoras do DF que opta por matricular o filho, de 9 anos, em uma escola specific. “Hoje entendo que o colégio do governo não oferece o suporte adequado a fim de preparar o cidadão do futuro. Não somente a formação escolar, mas também a forma de socializar”, diz.

Ela afirma ainda que a resolução dos problemas também é levada em consideração. “Na escola privada, posso ser ouvida em qualquer dificuldade e emblem tenho o retorno da coordenação e equipe”.

Alta renda consistent with capita

Conforme explica a presidente do Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do DF (Sinepe-DF), Ana Elisa Dumont, a característica maior da população de Brasília facilita um número de escolas particulares. “A gente tem renda consistent with capita maior que a maioria dos estados e tem a peculiaridade de ter várias embaixadas. Normalmente, todos esses pais buscam escolas internacionais”, destaca.

Ana lembra, ainda, que o DF tem uma variedade muito grande de escolas particulares com diversas propostas pedagógicas diferentes. “Há uma grande qualidade e variedade. Também existem diferentes preços”, conta.

Já o presidente da Associação de Pais e Alunos do DF (Aspa-DF), Alexandre Veloso, diz que a dificuldade de implementação do ensino remoto nas escolas públicas do DF a pandemia pode ter feito com que pais com condições de bancar uma mensalidade migrassem para o ensino specific. “Para não ter mais surpresas no ano de 2022, pais fazem um esforço para que eles possam ter uma possibilidade de recuperar o conteúdo perdido”.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here