Bolsonaro e Luis Miranda se reencontram, mas evitam se cumprimentar

0
62


Dez meses depois do encontro no Palácio do Alvorada no qual o deputado Luis Miranda e seu irmão, Luis Ricardo Miranda, alertaram Jair Bolsonaro sobre problemas na negociação do Ministério da Saúde com a vacina indiana Covaxin, o parlamentar  e o presidente se reencontraram na tarde desta quarta-feira (como mostra a foto acima), no plenário da Câmara, na sessão solene de reabertura dos trabalhos do Congresso Nacional.

Estiveram lado a lado, mas não se cumprimentaram. Esta foi a primeira vez que os dois se reencontram desde aquela conversa no Alvorada. Bolsonaro caminhava no plenário, em direção à mesa dos trabalhos, e vários parlamentares estavam perfilados, em pé, o cumprimentando.

Procurado pelo Weblog do Noblat, Miranda contou a razão de não tê-lo cumprimentado:

“Ecu virei de costas propositalmente. Fui para trás do ex-senador cabeludo” – disse Miranda, que justificou porque evitou pegar na mão do presidente.

“Não quero o cumprimento dele. Queria o respeito e ele não teve quando tentou induzir a população a erro duvidando da minha honestidade ao tentar ajudá-lo com os problemas do Ministério da Saúde” – afirmou o deputado ao weblog.

O assunto voltou à tona nesta semana após relatório da Polícia Federal concluir que Bolsonaro não prevaricou no caso, apesar de reconhecer que ele foi comunicado pelo deputado dos problemas no contrato com a Covaxin. 



Supply hyperlink

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here