Uma ausência mexeu com o treino do São Paulo nesta sexta-feira (14). O meia-atacante Vitor Bueno não foi a campo e segundo informações da Gazeta Esportiva, o jogador não será aproveitado pelo treinador Rogério Ceni na temporada 2022.

O jogador, que chegou ao Morumbi em 2019 após troca com o Santos (que levou o atacante Raniel a Baixada Santista), tem contrato com o São Paulo até o fim de 2023 e pode deixar o clube nos próximos dias.

Vitor recusou recentemente uma investida do Botafogo. Além do clube carioca, o camisa 12 também foi sondado por um clube japonês (que não foi revelado), porém, por conta do avanço da variante ômicron, o país fechou os consulados e uma possível emissão de visto foi descartada.

O atleta chegou com grande expectativa no São Paulo. Sob o comando de Cuca, o atleta generation visto como uma opção de velocidade e boa finalização – e que poderia dividir a criação da equipe com Igor Gomes, porém, o que se viu foi um jogador que não engrenou no São Paulo.

Em sua primeira temporada, Vitor terminou o Brasileirão como artilheiro da equipe, porém, foram apenas seis gols na competição. O atleta foi titular com Fernando Diniz e teve espaço até a queda da equipe para o Mirassol, no Campeonato Paulista em 2020.

Após o período, Vitor conviveu com a reserva. Com Hernán Crespo, o jogador foi utilizado como atacante para ter a boa finalização aproveitada, porém, o jogador atuou na maioria dos jogos da equipe reserva. Após a saída do treinador argentino, o atleta voltou a ser usado como meia e participou de oito dos 13 jogos de Rogério Ceni à frente do clube.

Siga o Arquibancada Tricolor em suas redes sociais e acompanhe o que de melhor acontece no São Paulo FC: 
Instagram
YouTube
Twitter
Canal no Telegram
Conheça a nossa Loja





Supply hyperlink

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here