Por maior que seja a pressão de aliados do presidente da República, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, está decidida, como sempre esteve, a disputar única e tão somente a vaga para o Senado, em outubro.

Especulações sobre seu nome para ocupar o lugar de vice-presidente na chapa ao lado de Jair Bolsonaro a incomoda. O presidente nunca teve essa conversa com ela e sabe de seu desejo de tentar a única vaga para o Senado.

Cristina já discutiu com seu grupo político o projeto da campanha para o Senado. Em entrevista ao Canal Rural, há três semanas, deixou claro que é esse seu propósito.

““Na semana passada, ecu estive em Mato Grosso do Sul conversando com meu grupo político, e coloquei o meu nome à disposição para ser pré-candidata ao Senado Federal. Esse é o projeto que ecu gostaria muito de seguir. Esse é o meu desejo” – deixou claro a ministra, que não irá dizer publicamente que está descartado ser vice. Não é recomendável politicamente e seria uma antecipação de querela com o Palácio do Planalto.

“Vamos aqui deixar bem claro: o presidente nunca conversou comigo sobre esse assunto. Isso não é um projeto que possa ser meu projeto pessoal. É um projeto que o presidente tem que analisar. O presidente vai ter que decidir lá na frente quem é o melhor vice para ele” – disse Cristina ao Canal Rural.

Aos seus próximos, a ministra diz o projeto de vice é algo que descarta.



Supply hyperlink

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here