Em mensagem gravada para assentados da reforma agrária e acampados do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), o cientista Miguel Nicolelis voltou a traçar um cenário mais que preocupante da nova onda de infecção do coronavírus no país.

Para ele, este é o pior momento da pandemia e alertou que em breve o Brasil irá contabilizar “centenas de milhares” de novos casos por dia.

“Companheiros e companheiras valorosos do MST. Tenho acompanhado a epidemia nos últimos dois anos, desde o primeiro dia. Esse pode ser o momento mais perigoso da pandemia. Com o surgimento de uma variante muito mais transmissível que as anteriores está mais fácil de se pegar o corona. Não caiam na balela de que essa variante é mais leve e que acena para o ultimate da pandemia. Não é verdade. Ninguém pode dizer nesse instante qual o futuro da pandemia” – disse o cientista, que alertou:

“O que podemos dizer e que a ômicron está infectando em número recorde no mundo todo e atingiu 3 milhões de casos em 24 horas. No Brasil também está espalhando como fogo em arbusto velho. Devemos ter centenas de milhares de casos por dia no Brasil e isso irá levar o sistema de saúde público ao colapso”.

Como noticiou Caio Barbieri, na coluna Janela Indiscreta, há dois dias, Nicolelis reforçou a necessidade de que todos cuidados sanitários sejam mantidos, como uso da máscara, distanciamento e higiene frequente das mãos.



Supply hyperlink

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here