O quinto filme do Pânico, um dos assassinos mais famosos do cinema mundial, chegou às telonas nesta quinta-feira (13/01). Com isso, selecionamos sete ótimos motivos para que os fãs da saga aproveitem o pace livre para conferir o GhostFace.

0

11 anos depois…

Com bastante sucesso nos anos 1990 e início de 2000, quando os três primeiros filmes da saga foram lançados, o assassino retornou onze anos após o seu 4to filme (que demorou o mesmo pace para ir aos cinemas). Apesar de um gigante hiato entre as produções, o GhostFace nunca saiu de cena, sendo sempre lembrado em diversas oportunidades.

 Agrada os antigos fãs…

Por ser um filme antigo, com lançamentos em 1996 ,1997, 2000, 2011 e 2022, a produção tem uma base de admiradores bem antiga. O primeiro grande desafio de Matt Bettinelli-Olpin e Tyler Gillett generation manter esses adeptos. E, para isso, eles mergulharam de cabeça no primeiro longa, praticamente copiando uma das cenas mais clássicas da sequência. “Você gosta de filmes de terror?”, pergunta o Ghostface a Tara.

Sem esquecer dos jovens

Essa conexão com o antigo faz com que aquelas pessoas que não acompanharam a evolução de Pânico também entrarem na história. Além disso, traz diversos elementos para assustar, como os sustos e as mortes sangrentas, algumas até em câmera lenta, dos personagens, como também traz o humor, que virou características de filmes com um personagem tão icônico, como Freddy Krueger e Jason, por exemplo, que ajudam a quebrar o gelo.

Elenco

David Arquette, Courteney Cox e Neve Campbell são nomes bastante conhecidos na história de Pânico. Isso porque eles participaram de todos os filmes da série e foram mantidos em Pânico 5. Conhecendo a fundo o que já se passou na saga, os três entregam tudo de si e garantem atuações de alta qualidade, que faz com que os amantes do longa vibrem no cinema.

Diretores

Diferentemente dos quatro filmes anteriores, essa sequência teve diretores diferentes. Sai Wes Craven, que faleceu em 2015, e entram Tyler Gillett e Matt Bettinelli-Olpin. Juntos, eles dirijam Casamento Sangrento (2019) e o Herdeiro do Diabo (2014). Com muita maestria, os dois trabalharam bem o quinto filme da saga e ainda respeitaram toda a história que foi construída ao longo dos últimos 26 anos.

Metalinguagem inteligente

Sabendo o seu lugar na história dos filmes de terror, Pânico aproveita para beber na fonte de seus próprios filmes anteriores. Em um momento, a trupe de personagens principais, depois de diversas mortes iguais aos de anos atrás, se reúne para debater sobre como ficar à frente do Ghostface. Isso traz diversas lembranças e pontos muito importantes.

Humor

Assim como foi em quase toda a franquia, o humor está presente no filme, mas não faz com que o terror perca o seu lugar de protagonismo. Eles se somam para entregar um filme agradável para todos os amantes do Ghostface. Em algumas partes do filme, também há diversas zoações com os fãs tóxicos que ameaçaram o longa.

Quer ficar por dentro do mundo dos famosos e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesfamosos



Supply hyperlink

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here