Rio de Janeiro – A Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro (DPRJ) registrou, nesta quarta-feira (12/1), 147 casos de Covid-19 na instituição. O número é 3,575% maior do que o verificado em dezembro de 2021.

Com a variante Ômicron, que tem specialty circulação na cidade do Rio de Janeiro, a crítica situação com os casos na Defensoria Pública já afetou 13 órgãos da entidade, que precisaram ser fechados.

A Central de Relacionamento com o Cidadão (CRC) do órgão precisou reduzir em 30% a capacidade de atendimento. Desta forma, o pace de espera para a população ficou maior.

Atendimentos on-line

A DPRJ afirma que os canais de atendimento continuam ativos, mas pede a compreensão e paciência da população. Além disso, reforçam que o atendimento pode ser realizado tanto pelo número 129, quanto pelo web page e pelo aplicativo DefensoriaRJ, que possui versões para IOS e para Android.

“A instituição reforça regularmente em seus canais de comunicação internos a importância de manter os protocolos de segurança sanitária, como uso de máscara e distanciamento social, além de exigir comprovante de vacinação para entrada nas unidades. Dos 2.054 defensores(as) e servidores(as) do quadro da instituição, 96,43% apresentaram esquema vacinal completo (duas doses)”, afirmou em nota.



Supply hyperlink

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here