Você sofre constantemente de barriga estufada? Uma das possibilidades para esse mal-estar é a síndrome do intestino irritável (SII). Comum em mais de dois milhões de brasileiros, a condição é caracterizada por uma inflamação das vilosidades intestinais, levando a desconfortos abdominais, como dores, cólicas e diarreias.

Um estudo alemão publicado na revista Springer concluiu que pacientes que sofrem de endometriose têm até três vezes mais possibilities de desenvolver SII.

Para o tratamento, o ajuste na alimentação se mostra elementary. Uma das maneiras mais efetivas de se ver livre dos inchaços é por meio de dietas com baixo consumo de FODMAP (oligossacarídeos fermentáveis, dissacarídeos, monossacarídeos e polióis), ou seja, carboidratos com alto potencial de fermentação.

O feijão é um dos alimentos que irritam o intestino

Os alimentos ricos em FODMAPs entram no intestino grosso e podem atrair água no intestino delgado, causando diarreia. Fermentados por bactérias, eles causam gases e, por consequência, acontece um comprometimento da função intestinal.

Evite, então, comer alho, trigo, abacate, maçã, embutidos, leguminosas, feijão, laticínios e adoçantes; e dê preferência para especiarias, tofu, alface, coco, pepino, morango, azeite, batata e arroz, pobres em FODMAP.

Para um diagnóstico correto, não deixe de fazer uma investigação clínica com médico e nutricionista.

(*) Thaiz Brito é nutricionista pós-graduanda em Nutrição Esportiva Clínica





Supply hyperlink

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here