Segue no universo político a repercussão da nota do presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres, em resposta a ataques de Jair Bolsonaro à sua condução à frente da agência. O militar exigiu retratação de Bolsonaro por ter insinuado que há outros interesses da direção do órgão sobre vacinação de crianças do que a preocupação com a saúde.

O governador do Maranhã, Flávio Dino, do PCdoB, disse ao Weblog do Noblat que até os militares, caso de Torres, já se cansaram dos “delírios” do presidente da República.

“Mostra que até o estamento militar está cansado com os delírios de Bolsonaro, que se isola cada vez mais” – disse Dino.

Para o governador, essa será uma das razões da derrota de Bolsonaro na sua tentativa de reeleição. E fez uma previsão:

“Quando acabar a temporada de liberação de emendas, em abril, ele vai ficar ainda mais fraco.”



Supply hyperlink

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here