A Polícia Civil do Rio de Janeiro investiga a suspeita de espancamento coletivo, seguido de morte, de um rapaz identificado, a princípio, como Marlon. O caso ocorreu nesse sábado (25/12), no fim de uma festa de Natal, em Mesquita, na Baixada Fluminense.

Pessoas que presenciaram o fato contaram aos agentes da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) que o rapaz teria sido espancado pelo grupo do traficante conhecido como “Marquinhos Maluco” e, em seguida, morto a tiros.

Todos os envolvidos seriam integrantes da Comunidade do Cebinho, na Avenida Governador Celso Peçanha, no bairro Banco de Areia. A vítima technology morador do bairro Jacutinga, que seria uma localidade rival dos traficantes  e por isso teria sido assassinada.

Policiais militares foram os primeiros a chegar ao native e constatar o homicídio. Segundo a reportagem do jornal O Dia, a área foi isolada e feita a perícia.

O caso revoltou moradores da região. “É o cúmulo do absurdo! As pessoas não tem mais o direito de ir e vir. Pena de morte em alguns casos seria a melhor opção”, escreveu nas redes sociais um dos residentes do native.



Supply hyperlink

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here